ANUNCIE SUA MARCA AQUI! ENTRE EM CONTATO!

ANUNCIE SUA MARCA AQUI! ENTRE EM CONTATO!

segunda-feira, 3 de abril de 2023

“POLÍCIA FEDERAL AUTUA EM FLAGRANTE UM SUSPEITO PRESO PELA POLICIA MILITAR QUANDO ESTAVA REPASSANDO NO COMÉRCIO NOTAS FALSAS DE R$ 200 REAIS”

 


A Polícia Federal em Pernambuco, autuou em flagrante, um suspeito (motorista de Uber) de 29 anos, natural de Aracaju/SE e residente em Jardim Consórcio/SP-(possui antecedentes criminais – já foi preso por porte de arma de fogo). A prisão aconteceu quando por volta das 13h, do dia (27/03) policiais militares do 1º BIESP-Caruaru/PE (Batalhão Integrado Especializado de Policiamento), receberam a informação de que um suspeito havia sido detido por um Guarda Municipal em seu estabelecimento comercial (farmácia) situado no bairro do Vassoural-Caruaru/PE com 05 (cinco) notas de R$ 200 (duzentos) reais falsas, após tentativa da compra de um descongestionante nasal.

Ao ser questionado sobre a veracidade da nota o falsário tentou empreender fuga e foi imediatamente detido pelo dono da farmácia (Guarda Municipal). Ao ser feita uma busca pessoal ainda foi encontrado no bolso do suspeito mais 04 (quatro) cédulas de R$ 200 reais com fortes indícios de serem falsas. Numa entrevista aos policiais militares o preso informou que as notas foram decorrentes da venda de um celular por R$ 1.000,00 (mil reais), posteriormente, mudou a versão e passou a dizer que a venda do celular foi R$ 900,00(novecentos reais na feira do troca em Caruaru/PE. *Ao todo foram apreendidos 5 (cinco) notas de R$ 200 perfazendo um total de R$ 1.000 em notas falsas.

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido encontrada as notas, os suspeitos receberam voz de prisão em flagrante foram informados dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida encaminhado para a Sede da Polícia Federal no Cais do Apolo, para os procedimentos de polícia judiciária, onde acabou sendo autuado em flagrante pelo crime contido no artigo 289 do Código Penal  (introduzir em circulação nota falsa) e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 3 a 12 anos de reclusão, além de multa. O preso já passou por audiência de custódia e foi confirmada sua prisão preventiva sendo encaminhados para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza onde ficará à disposição da Justiça Federal.

DICAS DE SEGURANÇA PARA EVITAR O RECEBIMENTO DE NOTAS FALSAS:

 



1. CONHEÇA BEM A NOTA VERDADEIRA: Geralmente pessoas que lidam diariamente com dinheiro, como os caixas de banco e comerciantes, sabem facilmente identificar uma nota falsa - essa experiência em manusear diariamente o dinheiro verdadeiro faz com que eles se tornem especialistas em identificar notas falsas.

2.COMERCIANTE: NÃO TENHA PRESSA NO ATENDIMENTO: Geralmente essas notas são passadas em locais de grande concentração de pessoas, feiras, lojas, supermercados, comércio ambulante, e muitas vezes a pressa do comerciante para atender um maior número de clientes faz com que ele não tome o devido cuidado em verificar a nota que está recebendo.

3-VERIFIQUE SE AS NUMERAÇÕES DAS NOTAS NÃO SÃO IGUAIS: Ao receber duas notas de igual valor verifique se as numerações não são iguais, os falsários não costumam fazer notas falsas com numeração diferente porque isso acarreta em custos com impressão por ter que mudar a matriz da impressão.


4. OBSERVE A TEXTURA DA NOTA: Outra cautela que pode ser tomada é reparar na textura do papel das notas que estão sendo recebidas, as notas falsas tendem a ser lisas, enquanto as notas verdadeiras são ásperas e possuem um alto relevo e saliência nos itens de segurança que pode ser percebido pelo tato. Sinta com os dedos o papel e a impressão.

5. OBSERVE A IMPRESSÃO DA NOTA: Nas cédulas legítimas, as tonalidades de cores são firmes – as notas falsas têm cores com pouca nitidez e costuma haver borramento das cores.

6. VERIFIQUE A MARCA DÁGUA COLOCANDO A NOTA CONTRA A LUZ:


7. NO CASO DE DÚVIDA, COMPARE A NOTA SUSPEITA COM UMA NOTA VERDADEIRA.

8. BAIXE O APP GRÁTIS “DINHEIRO BRASILEIRO” NO SEU SMARTPHONE: O aplicativo que foi desenvolvido pelo Banco Central não analisa a autenticidade da cédula, apenas ajuda a identificar, conhecer e onde se encontram os itens de segurança tais como: fio de segurança, quebra-cabeça, microimpressões, marca d’agua, número escondido e que muda de cor, alto relevo, elementos fluorescentes.