AUTO VIP

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

GBest SPORT

1ª VAQUEJADA PARQUE FERNANDO LUCENA

1ª VAQUEJADA PARQUE FERNANDO LUCENA

sexta-feira, 30 de agosto de 2019

POLÍCIA CIVIL REALIZOU OPERAÇÃO EM GRAVATÁ E PRENDEU SEIS SUSPEITOS DE HOMICÍDIOS E TRÁFICO DE DROGAS NA CIDADE




A Secretaria de Defesa Social - SDS, através da Polícia Civil de Pernambuco - PCPE, no âmbito do Pacto pela Vida, deflagrou na manhã desta sexta-feira, 30/08/2019, a 3ª Operação de Intervenção Tática da 12ª DESEC, denominada de "NÊMESIS”, em referência à motivação de parte dos homicídios praticados pelo grupo. A operação é vinculada à Diretoria Integrada do Interior 1 – DINTER-1, decorrente de investigação realizada pelo Delegado Álvaro Grako, titular da 62ª Circunscrição Policial – Delegacia de Polícia de Gravatá.

As investigações tiveram início no mês de agosto com objetivo de identificar e prender membros de uma associação criminosa envolvida na prática dos crimes de homicídio e tráfico de drogas no Bairro Novo e no CAIC. Os presos são suspeitos da prática de 6 homicídios apenas neste mês, além de outros cometidos durante o restante do ano.

Em um dos homicídios praticados, que teve uma vítima fatal e uma vítima tentada, quatro destes indivíduos foram flagrados por câmeras de monitoramento das ruas próximas ao local. Nas imagens, é possível ver dois deles armados, estando todos encapuzados. Durante as investigações todos foram identificados, tiveram suas condutas individualizadas e, na manhã de hoje, foram presos durante a deflagração da operação.

Durante a operação foram cumpridos 07 (sete) mandados de busca e apreensão domiciliar, além de 5 mandados de prisão preventiva, todos expedidos pela Vara Criminal da Comarca de Gravatá.



Foram presos: José Eduardo Pereira dos Santos, vulgo “Dudu CBN”; Thierry Manoel da Silva, vulgo “Thierry”; Eduardo Felipe da Silva, vulgo “Duguinha”; José Felipe Martins dos Santos, vulgo “Felipe” e Severino Ramos da Silva, vulgo “Raminho".


Além destes, ainda foi preso em flagrante delito pela prática de tráfico de drogas e associação para o tráfico, a pessoa de Bruno César da Silva. Na residência dele, onde também estava o alvo José Felipe Martins dos Santos, vulgo “Felipe”, foi apreendido um revólver calibre 32, da marca INA, com numeração raspada, 02 (duas) pedras de crack, pesando aproximadamente 52g (cinquenta e duas gramas), 53 (cinquenta e três) pedras de crack,  01 (um) tablete de maconha, pesando aproximadamente 180g (cento e oitenta gramas),  64 (sessenta e quatro) “trouxinhas” de maconha, 03 (três) big-bigs de maconha, 01 (um) balança de precisão, 02 (duas) balaclavas, vários sacos plásticos para embalar a droga, anotações do tráfico, 01 (um) aparelho celular e 01 (um) veículo.   

Na execução foram empregados 40 (quarenta) Policiais Civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães e Policiais Militares do Grupamento Tático Áereo - GTA/SDS.

A Operação foi coordenada pela 12ª DESEC e pela DINTER-1, e diretamente supervisionada pela Chefia de Polícia.