AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2022

POLICIAIS CIVIS DE PERNAMBUCO SUSPENDEM ATIVIDADES INVESTIGATIVAS EM TODO ESTADO

 


O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (SINPOL-PE) organiza nessa quarta-feira, dia 2, o “primeiro grande ato de advertência” em todo Estado. A movimentação foi definida na última assembleia da categoria e integra a Campanha Salarial e Funcional 2021/2022. A decisão dos Policiais Civis de Pernambuco é de suspender as atividades investigativas em todo o Estado das 8 às 16h desta quarta-feira. Dessa forma, apenas funcionarão atividades administrativas, de medida protetiva de urgência por violência doméstica e de condução para audiências de custódia.

Na semana passada, a categoria fez passeata pelas ruas do Centro do Recife e decidiram, em assembleia, por endurecer ainda mais o movimento, promover paralisações em todo Estado e marcaram para esse mês uma nova assembleia que pode deliberar por Greve. Dentre as reivindicações estão a valorização salarial e funcional do Policial Civil de Base; a melhoria nas condições de trabalho nas delegacias e institutos de todo o Estado e o fim do que a categoria chama de “clandestinidade funcional”, à qual a base dos Policiais Civis estaria submetida.

Vale lembrar que a categoria está em Estado de Greve desde o dia 29 de dezembro e durante o mês de janeiro realizou protestos por todo o Estado, como o Ato das Cruzes, que passou pela capital pernambucana no dia 31 de dezembro; Caruaru no dia 6 de janeiro; Petrolina no dia 12 e Porto de Galinhas no dia 19. Durante os atos, policiais reclamam do número de homicídios em Pernambuco, com mais de 3 mil mortes em 2021, e destacam os 130 Policiais Civis vítimas da COVID-19. Além disso, reclama-se da falta de estrutura nos postos de trabalho, falta de efetivo e outros problemas que prejudicam a elucidação dos crimes no Estado.

(Com informações do JC Online)