POUSADA DA PAIXÃO

POUSADA DA PAIXÃO

COMERCIAL JR

COMERCIAL JR

VIP

VIP

RC TECIDOS

RC TECIDOS

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

NORDESTE MOTOS

NORDESTE MOTOS

sábado, 24 de setembro de 2016

AGRICULTOR TEM A PERNA DECEPADA POR CILEIRA NA ZONA RURAL DE JUREMA E MILAGROSAMENTE ESCAPA DA MORTE.

   
 


 

   
A máquina teve que ser serrada pelo Corpo de Bombeiros para soltar a perna da vítima.
Equipe do Corpo de Bombeiros de Caruaru: Sargento Zenildo, Sargento Givanilson, Cabo Henrique, Cabo Cleber, Cabo Cavalcanti e os soldados Roberto, Robervalter e Saulo Santos, que foram aplaudidos quando retiraram a vítima da cileira.
Equipe do Samu e profissionais que são da área de saúde de Jurema: Edna, que é técnica em enfermagem; a diretora do hospital local Soriane; Jockson, que é condutor do Samu, mas mesmo de folga socorreu a vítima na picape; a médica do Samu, Dra. Hayana Correa e o condutor Amilton.
No final da manhã deste sábado (25), o jovem, José Ailton da Silva, de 23 anos, sofreu um grave acidente quando estava trabalhando em uma fazenda no Sítio Laranjeira, na zona rural de Jurema. Ele teve a perna direita decepada por uma cileira, que é uma espécie de forrageira rasteira, foi levado ao hospital local, de onde foi trazido na carroceria de uma picape, pois ficou com a perna presa a máquina e mobilizou o Samu de Jurema que veio seguindo a caminhoneta até o Hospital Regional do Agreste em Caruaru.


De acordo com o Sargento Givanilson do Corpo de Bombeiros, a vítima estava moendo capim  e a máquina parou, ele foi empurrar o capim com o pé e a máquina voltou a funcionar, engolindo a sua perna direita até a virilha, o Samu de Jurema e o Corpo de Bombeiros de Garanhuns foram acionados, mas pela gravidade o rapaz precisava ser trazido ao Hospital Regional do Agreste em Caruaru e para não colocar a vida da vítima num risco ainda maior, foi acionado o Corpo de Bombeiros de Caruaru e duas equipes foram ao HRA, onde passaram aproximadamente 2 horas para serrar a máquina e soltar a perna do jovem, que milagrosamente ficou o tempo todo consciente, vale salientar que vários médicos e enfermeiros do HRA também auxiliaram o socorro a vítima que foi levada direto ao bloco cirúrgico.


Os médicos ainda não informaram qual o quadro clínico da vítima, que continua no bloco cirúrgico.