PREFEITURA DE CARUARU

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

quinta-feira, 23 de junho de 2022

“POLÍCIA FEDERAL REALIZA PRISÃO DE UM ESTRANGEIRO COM PASSAPORTE FALSO NO AEROPORTO INTERNACIONAL DOS GUARARAPES.”

 


Recife/PE - A Polícia Federal em Pernambuco, prendeu em flagrante no dia 21/06/2022, por volta das 21h, no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, um estrangeiro natural do Sri Lanka de 30 anos.

A prisão aconteceu durante os trabalhos de fiscalização de rotina destinada a reprimir crimes praticados no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre de competência da Polícia Federal. Os Policiais Federais lograram êxito através de fiscalização imigratória em identificar um estrangeiro que estava tentando embarcar no Voo Recife/Lisboa, cujo destino final seria Londres/Inglaterra com um passaporte falso da Malásia.

A descoberta se deu quando os federais perceberam que o leitor eletrônico não reconheceu o código ICAO (International Civil Aviation Organization - Organização Internacional de Aviação Civil para validação automática de identidade pessoal através de passaporte eletrônico). Apesar do passaporte possuir todos os itens de segurança, o nome que constava no documento estava sobreposto a outro nome, ou seja, trata de passaporte com dados falsos;

0 estrangeiro cingalês entrou no Brasil 11/11/2021, pelo Aeroporto Internacional de Guarulhos/SP com visto de Turista e teria falsificado o documento na Bolívia, tendo alegado que o seu passaporte verdadeiro foi retido pelo fornecedor do passaporte falso na Bolívia;

Terminados os trabalhos investigativos, o preso foi autuado pela prática do crime contido no artigo 304 do Códig penal Brasileiro (uso de documento falso) e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 2 a 6 anos de reclusão. Além do passaporte também foi apreendido um aparelho celular e diversos documentos.

Esta é a décima quinta prisão realizada no aeroporto internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre no ano de 2022 – até foram efetuadas a prisão de 10 (dez) mulheres e 05 (cinco) homens.