TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CENTRAL BURGUER

CENTRAL BURGUER

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

terça-feira, 13 de setembro de 2016

CAMPANHA: “OLIMPÍADA DO MEDO” ALERTAR SOBRE O ASSUSTADOR AUMENTO DA VIOLÊNCIA EM PERNAMBUCO



Começou a repercutir nesta terça-feira (13) a campanha realizada pela Adeppe (Associação dos Delegados de Polícia de Pernambuco) que alerta a população sobre o crescente e assustador número nos casos de homicídios, assaltos, arrombamentos, furtos e violência contra a mulher em todo estado de Pernambuco.

Outdoors e propagandas nos ônibus tomaram conta das ruas do Recife, região metropolitana e interior do estado. Os dados são alarmantes e mostram que Pernambuco está passando por um momento assustador e deixando a população completamente insegura.

Os números que estão estampados nas peças publicitárias mostram que este ano 2.963 homicídios já foram confirmados em Pernambuco, 1.312 assaltos a ônibus foram registrados, os bancos já sofreram 125 assaltos e arrombamentos, já chegamos à marca de 13 mil veículos roubados e 5.120 casos de violência contra as mulheres.
Resultado de imagem para Francisco Rodrigues, presidente da Adeppe,

Francisco Rodrigues, presidente da Adeppe, aproveitou o encontro com os delegados na última Assembleia Geral da Categoria e informou sobre o material publicitário que estava indo para as ruas. Francisco comentou sobre a importância de realizar ações deste tipo.

“Estamos querendo uma segurança pública de qualidade para nosso estado, pois as condições de trabalho que o governo de Pernambuco oferece para a categoria não permitem que executemos nossas funções por completo e muitas das investigações acabam sem poder ter continuidade, graças à falta de efetivo e a falta de respeito com os delegados de polícia. Os outdoors e topbackbus que colocamos nas ruas são para mostrar que tem muita coisa errada e nada está sendo feito nada para melhorar a situação”, relatou Francisco.

A “Olimpíada do Medo” também está tendo repercussão nas redes sociais. Vários comentários sobre a insegurança e relatos de assaltos e violência estampam as postagens. Como é comum encontrar mensagens de casos de violência na internet, a campanha só vem confirmar o descaso do poder público com a segurança em Pernambuco.