POUSADA DA PAIXÃO

POUSADA DA PAIXÃO

COMERCIAL JR

COMERCIAL JR

VIP

VIP

RC TECIDOS

RC TECIDOS

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

MANDACARU PERSONALIZAÇÃO

NORDESTE MOTOS

NORDESTE MOTOS

terça-feira, 6 de setembro de 2016

POLÍCIA CIVIL DA PARAÍBA PRENDE EMPRESÁRIO DE BANDAS DE FORRÓ FORAGIDO DA JUSTIÇA DE CARUARU DESDE 2011, PROCESSADO POR ESTELIONATO E APROPRIAÇÃO INDÉBITA.


A Polícia Civil da Paraíba, através da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa - DDF, prendeu na manhã de hoje, dia 06 de setembro, o empresário Edson José Moreira, conhecido como “Edson Barril”, DE 43 anos de idade, em virtude de mandado de prisão preventiva expedido pela comarca de caruaru/pe, pelos crimes de estelionato e apropriação indébita.

“Edson Barril” responde a processo criminal na Comarca de Caruaru, desde o ano de 2011. A Prisão Preventiva foi decretada em agosto de 2016 pela Primeira Vara Criminal de Caruaru. A Delegacia de Defraudações de João Pessoa foi acionada há aproximadamente dez dias, com o objetivo de localizar e prender o empresário foragido da justiça de Pernambuco. “Edson Barril” foi preso pela equipe da DDF em um apartamento localizado no Bairro do Bessa, em João Pessoa, no final da manhã desta terça feira.

Durante as investigações, a equipe da DDF descobriu que “Edson Barril” atua na Paraíba como empresário de várias bandas de forró, não possuindo endereço certo e mudando-se constantemente de localização, motivo pelo qual só foi localizado após dez dias de monitoramento constante pela equipe da DDF. descobriu-se, ainda que ele possui dois CPF’s cadastrados, com pequenas variações no endereço e data de nascimento, de maneira que conseguiu cadastrar e utilizar dois CPF's simultaneamente, no entanto, ainda não se sabe em quais contratações o suspeito utilizou a documentação obtida.


A DDF deu cumprimento ao Mandado de Prisão Preventiva da Comarca de Caruaru e prosseguirá nas diligências cabíveis, no sentido de descobrir se o empresário praticou alguma conduta criminosa na Comarca de João Pessoa ou no estado da Paraíba, objetivando identificar suas vítimas e pessoas que possam ter auxiliado o suspeito no estado da Paraíba. “Edson Barril” será apresentado à audiência de custódia em João Pessoa, que irá determinar o possível encaminhamento (presídio ou remoção para Caruaru).