AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

RC TECIDOS

RC TECIDOS

GBest SPORT

quarta-feira, 24 de julho de 2019

ACUSADO DE MATAR E QUEIMAR JOVEM COM NECESSIDADES ESPECIAIS É PRESO EM PALMARES





Policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Palmares, na Mata Sul do estado, prenderam um homem suspeito de matar e queimar o corpo de uma jovem, portadora de necessidades especiais, na tarde de segunda-feira (22). O cadáver foi encontrado na manhã desta terça-feira (23), caído nos fundos de uma ribanceira, no bairro Quilombo II.

A vítima, Ingrid Nayara da Silva Cassiano, tinha 20 anos. Segundo as investigações, ela vinha mantendo relação extraconjugal há uma semana com um moto-taxista, apontado como autor do crime. De acordo com a polícia, conflitos no relacionamento foram a motivação do homicídio.

A partir do relato do pai da jovem, os policiais chegaram ao paradeiro de José Leite da Silva, de 37, que confessou a autoria do assassinato depois que o depoimento apresentou inúmeras contradições.

De acordo com Mário Melo, delegado titular da DHPP, José Leite empurrou a vítima da ribanceira durante uma briga, após ela ameaçar contar o caso entre eles à sua esposa: “Segundo relato (do acusado), a jovem solicitou uma corrida para ir supostamente à casa de uma amiga. No caminho, ele percebeu que não havia amiga nenhuma e que ela só queria discutir o fim do relacionamento entre eles, ameaçando contar tudo à sua esposa. Foi aí que ele a empurrou da ribanceira e ela teria batido com a cabeça”, disse.

A polícia obteve a confirmação do relacionamento amoroso a partir de mensagens e vídeos eróticos trocados nas redes sociais. Ingrid o teria conhecido na semana passada, durante uma corrida de moto. Desde então eles vinham mantendo conversas por aplicativos de mensagens.

Ainda em depoimento à polícia, o criminoso disse que jogou gasolina sobre o corpo da vítima e tentou atear fogo, o que explica as queimaduras apontadas na análise cadavérica do Instituto de Criminalística.

O acusado foi autuado em flagrante por homicídio e permanecerá preso até ser submetido a uma audiência de custódia.