TEFNET

TEFNET

ERGO 30

ERGO 30

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

VIP

VIP

CENTRAL BURGUER

CENTRAL BURGUER

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

CLÍNICA SEMPRE SAÚDE

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

NORDESTE RASTREAMENTO 24H

quinta-feira, 30 de março de 2017

POLÍCIA MILITAR RECUPERA DOIS VEÍCULOS ROUBADOS E PRENDE TRÊS ASSALTANTES ARMADOS EM AGRESTINA





Por volta de 1 hora da tarde desta quarta-feira (29), o Cabo Teotônio do 4º BPM, deslocava-se com o seu veículo pela PE 149, entre os municípios de Agrestina e Altinho quando avistou o veículo Fiat Uno placa PGA-0214, com três ocupantes em atitude suspeita. Ato contínuo, o policial solicitou o apoio do efetivo de Agrestina, Altinho e Operações. O Cabo Cláudio e o soldado Clécio Silva, ao abordar os suspeitos no Sítio Ricardo, na zona rural de Agrestina, Arnaldo Diego da Silva Pereira, de 29 anos e Jadson Manoel da Silva Soares, de 21 anos e apreenderam um adolescente de 17 anos. Ao realizar uma busca no interior do veículo, foram encontrados dois revólveres calibre 38 com 10 munições intactas, próximo aos bancos dianteiros do veículo.

Ao realizar a consulta do veículo, o efetivo policial constatou que o mesmo encontrava-se com os sinais de identificação adulterados (prática popularmente conhecida por clonagem), com numeração de placa e chassi divergentes. Questionados sobre os ilícitos encontrados, os imputados confessaram associação para o cometimento de roubos de veículos na região, adiantando que esses veículos tinham os sinais adulterados e em seguida eram vendidos como se fossem veículos alienados. Confessaram inclusive, que na última quinta-feira, realizaram um assalto na cidade de Agrestina, onde roubaram um Fiat Uno da prefeitura e venderam para uma pessoa da cidade de Canhotinho, conhecida por Júnior. Informaram que sabiam o local onde o veículo teria sido entregue.

De posse das informações, o efetivo policial militar, sob o comando do graduado de operações, Sargento Ricardo, fez diligências no endereço indicado pelos imputados, Rua da Rodagem em Canhotinho, local onde foi encontrada apenas a esposa do José Rildo da Silva Júnior, a qual informou que o mesmo havia saído desde a manhã e não sabia informar o seu destino. Posteriormente fez contato via celular com o mesmo e informou que policiais militares estavam a sua procura. Sem se apresentar, o imputado  enviou o seu advogado para manter contato pessoal com os policiais militares e em seguida informou que iria deixar o veículo roubado em Agrestina, próximo ao trevo da entrada de Canhotinho. O efetivo policial fez deslocamento ao local indicado e encontrou o carro abandonado, com as portas destravadas e a chave na ignição. Ao examinar o veículo, os policiais militares perceberam que os sinais de identificação (placa e chassi) haviam sido adulterados.


Diante da situação, foram apresentados ao delegado do plantão policial de Bezerros, todo material apreendido, juntamente com os dois acusados maiores e o menor infrator para fins de adoção das medidas legais. A autoridade policial autuou em flagrante delito os dois imputados e arbitrou uma fiança de R$3.800,00 reais, onde o Arnaldo Diego pagou e foi liberado, porém o outro não realizou o pagamento e foi recolhido à cadeia pública de Agrestina. Para o menor infrator foi um BOC e em seguida liberado.