AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

FOCUS CURSOS

FOCUS CURSOS

quinta-feira, 21 de maio de 2020

EM GARANHUNS SEGUE A ONDA DE VIOLÊNCIA, DOIS MORTOS A TIROS E TRÊS BALEADOS NESTA QUARTA-FEIRA (20)




Dois homens foram assassinados e três ficaram baleados na noite desta quarta-feira (20), em Garanhuns. Os crimes aconteceram na Rua Luís da Silva Guerra, imediações do Campo de Sete, no bairro do Indiano, em Garanhuns.

As vítimas fatais foram identificadas como sendo Felipe Pontes Machado, 19 anos, residente na mesma rua onde aconteceu os crimes, e Rivaldo Silva Ferreira, 21 anos, este residente na Rua Sebastião Pacheco, também no mesmo bairro. Ambas as vítimas sem antecedentes criminais.

De acordo com a Polícia Militar, na Rua Ebenezer Furtado Gueiros, próximo a um deposito, foram encontradas duas vítimas baleadas. Matheus Júnior de 23 anos, com um tiro no abdome, este tem passagem por crime de homicídio e reside no mesmo bairro; e Nivaldo de Lima, 31 anos, este foi atingido na perna, ele é morador da cidade de São Lourenço da Mata e não possuir antecedentes criminais. A terceira vítima se encontrava na Rua Brás Cuba, no bairro Jardim Petrópolis e estava baleada no braço. Felipe Alves, de 29 anos, tem passagem por crime de furto e reside no mesmo bairro onde foi localizado.

As três vítimas baleadas foram socorridas para o hospital local pelas equipes do SAMU e Corpo de Bombeiros. O homem que foi baleado na perna foi liberado pela equipe médica. As outras duas vítimas foram transferidas para outros hospitais, devido a gravidade dos ferimentos.

Segundo a Polícia Militar, um veículo Gol, prata, com quatro elementos armados chegou no bairro e passou a efetuar disparos contas as vítimas. Nenhuma delas deu informações que levasse a uma possível motivação. para os crimes. Foram efetuadas diversas diligências no intuito de capturar os assassinos, mas não foi obtido êxito.

Moradores da localidade relatam que já haviam feito várias denuncias ao 9º batalhão a respeito de que elementos estavam perturbando a vizinhança com muito algazarra, som alto à noite inteira nas portas das residenciais e fazendo uso de drogas. Os elementos também faziam ameaças aos moradores que pudesse fazer alguma denúncia. A Polícia Militar esteve algumas vezes na localidade atendendo chamado dos moradores que não se intimidaram com as ameaças, mas a polícia apenas orientou eles a desligarem o som, fato não obedecido, retornando toda algazarra após a saída dos militares, aumentando ainda mais as ameaças ao morados e xingamento as equipes policiais.

A 22ª Delegacia de Homicídios que tem como titular a delegada Tatiane Rossi investigará todos os crimes relativos à delegacia.

Garanhuns contabiliza 25 assassinatos no ano e 09 em dez dias seguidos.