AUTO VIP

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

RC TECIDOS

RC TECIDOS

GBest SPORT

segunda-feira, 18 de março de 2019

COLUNA DO DELEGADO LESSA



Polo Têxtil: uma força econômica no Agreste

Nascido a partir da informalidade, mas alimentado com a fibra e a coragem de homens e mulheres de Pernambuco, o Polo Têxtil fomenta o ambiente de negócios do estado e do país. Estudos indicam que 800 milhões de peças de vestuário são produzidas anualmente, sendo comercializadas tanto no Brasil quanto no exterior. Com isso, o setor gera mais de 120 mil empregos diretos.

É verdade que alguns aspectos precisam ser avaliados para elevar ainda mais o nosso Polo de Confecções, que é composto por mais de 50 municípios, a exemplo de Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe. Questões ambientais, incentivos financeiros, regularização tributária, competitividade internacional e segurança pública são alguns dos pontos que devem ser encarados com coragem para alavancar a nossa economia e, principalmente, este modelo admirável de desenvolvimento, que diminui as desigualdades sociais.

Devido à sua importância o Polo de Confecções do Agreste foi um dos temas mais debatidos na reunião da Comissão de Desenvolvimento Econômico e Turismo (CDET) da Assembleia Legislativa de Pernambuco ocorrida na semana passada.  O evento contou com a presença do presidente da Agência de Desenvolvimento de Pernambuco (AD Diper), Roberto Abreu. Entre outros assuntos, ele reconheceu que o Polo deve ser tratado como uma matriz econômica do estado. O evento foi prestigiado por empresários, secretários do governo, representantes de entidades, professores e estudantes, além do público geral.

Temos certeza de que, com o empenho de todos os atores envolvidos, o Polo Têxtil poderá se desenvolver ainda mais. Atento às tendências, observando os potenciais e realizando investimentos, haverá mais trabalho e prosperidade para Caruaru e para toda a nossa região.