AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

FOCUS CURSOS

FOCUS CURSOS

segunda-feira, 20 de abril de 2020

COLUNA DO DELEGADO LESSA


A interiorização da covid-19


Considerada como uma das rodovias federais mais importantes do estado de Pernambuco, a BR-232 interliga a capital, o Agreste e o Sertão do estado. Com mais de 500 quilômetros de extensão, pode-se dizer que o desenvolvimento de Pernambuco passa por esta rodovia. Porém, os mais recentes dados nos trazem um alerta: o novo coronavírus está seguindo a rota da BR-232 em direção ao interior do estado.

Estudiosos ressaltam que Pernambuco vivenciou a ‘primeira onda’ da pandemia, quando o vírus chegou à capital e se espalhou pelas áreas mais carentes da Região Metropolitana do Recife. Agora, está chegado a ‘segunda onda’, atingindo a pequenas e médias cidades do entorno da rodovia, a exemplo de Arcoverde e Caruaru. Os especialistas ainda preveem que ocorrerá uma ‘terceira onda’, na qual o vírus chegará aos municípios menores.

Hoje (segunda-feira, 20/04), dos 2.459 casos confirmados de covid-19 em Pernambuco, 48 são no Agreste, 16 no Sertão e oito na Zona da Mata Sul. A preocupação para enfrentar a doença é perceptível: 170 municípios decretaram estado de calamidade pública. O secretário estadual de Saúde, André Longo, já afirmou sobre a inevitável interiorização da doença. Estão previstas ações como a instalação de 176 leitos no Hospital Mestre Vitalino nos próximos 15 dias, atendendo ao Agreste, mais especificamente Caruaru.

Deve ser crescente a implementação de ações integradas, como o distanciamento social também nas cidades do interior. Entender a dinâmica de cada região é fundamental para acelerar o enfrentamento, evitar o colapso e frear a pandemia que vem avançando pela BR-232.