AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

FOCUS CURSOS

FOCUS CURSOS

terça-feira, 21 de abril de 2020

POLICIAIS CIVIS E MILITARES: TRABALHO QUE GARANTE A NOSSA PAZ – POR ERICK LESSA




Se imaginarmos um país sem polícias, veremos o retrato do caos. Sem repressão, bandidos, assassinos e estupradores agiriam livremente. Sem investigação, as vítimas seriam sempre injustiçadas. Um cenário de brutalidade e bestialidade, em que cenas de filmes de terror saltariam aos olhos dos cidadãos. Fazer este exercício imaginativo já é suficiente para enaltecer a importância dos policiais e demais profissionais de segurança pública.

No Brasil, 21 de abril é o Dia da Polícia Civil e da Polícia Militar. A data ainda homenageia o patrono das polícias brasileiras, Joaquim José da Silva Xavier – o “Tiradentes”. O mártir da inconfidência adotou valores éticos e morais que servem de norte para os policiais. Com foco na ordem pública e na convivência pacífica entre as pessoas, as polícias buscam manter valores como paz e harmonia.

Cada instituição policial possui suas próprias incumbências, mas todas elas procuram o bem da sociedade. Neste contexto, as polícias civis possuem funções judiciárias e de apuração de infrações penais. As polícias militares têm competência ostensiva de preservação da ordem pública.

Por trás das fardas dos agentes de segurança, existem vidas. São milhares de homens e mulheres que, de forma abnegada, diariamente se expõem à morte para garantir o bem-estar, a segurança e o ordenamento da sociedade. Comumente esquecidos quando tudo corre bem, os policiais são lembrados em momentos de conturbação, a exemplo do período delicado em que estamos vivendo, devido à pandemia do novo coronavírus. Urge, portanto, que esses profissionais tenham assegurado o acesso a equipamentos de proteção individual, para que possam continuar protegendo os cidadãos e coibindo a violência.

Entendemos que a valorização dos profissionais que atuam na Segurança Pública, em especial nas organizações policiais, é fundamental para a construção de uma sociedade mais pacífica. Para tanto, é preciso que a sociedade civil e as diversas esferas de poder adotem ações de reconhecimento. A Frente Parlamentar de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Pernambuco, lançada no ano passado, tem como um de seus pilares levar a valorização desses profissionais ao debate público, incluindo a ALEPE nos debates do Pacto Pela Vida e no Conselho Estadual de Defesa Social, buscando reduzir os riscos para que os atores exerçam suas relevantes funções no serviço à sociedade. Aos policiais civis e militares, nossos aplausos e gratidão.

Erick Lessa é deputado estadual de Pernambuco, delegado de polícia civil de Pernambuco licenciado e coordenador-geral da Frente Parlamentar de Segurança Pública.