PREFEITURA DE CARUARU

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

terça-feira, 30 de novembro de 2021

DISQUE-DENÚNCIA AGRESTE OFERECE RECOMPENSA DE ATÉ 2 MIL REAIS PARA QUEM AJUDAR A IDENTIFICAR OS ASSASSINOS QUE MATARAM A MULHER NA ESTRADA DO XIQUE-XIQUE

 


Foi realizada na manhã desta terça-feira (30), no auditório da Dinter-1 da Polícia Civil em Caruaru, uma coletiva de imprensa convocada pelo Disque-Denúncia Agreste, para informar que o serviço está oferecendo uma recompensa de até 2 mil reais, para quem repassar informações que possam ajudar na identificação dos elementos que mataram Layane Letícia Santos de Sobral, de 28 anos, que foi morto há uma semana no trajeto ao Residencial Xique-Xique.



Participaram desta coletiva a coordenadora do Disque-Denúncia Agreste, Janeilda Rodrigues; o delegado que preside a investigação, Dr. Eric Costa e o esposo da vítima, Martins Junior que é da Polícia Militar de Alagoas.


O esposo da vítima, Martins Junior, disse que eles compraram uma casa no Residencial Xique-Xique e que naquela noite após deixarem a academia, ele, a esposa e a irmão dele, foram no carro do casal a casa para verificar quantas colunas iria pegar, já que mandaram cavar uma cisterna e no acesso a comunidade foram interceptados por dois meliantes numa moto grande que anunciaram o assalto, o esposo que estava dirigindo ficou com as duas mãos no volante, nisso a esposa por está muito nervosa baixou as mãos talvez para pegar o celular, porém um dos marginais atirou duas vezes na vítima lhe atingindo na cabeça e no ombro, os marginais fugiram e o policial levou a esposa na Upa da Boa Vista e no trajeto encontrou uma guarnição da Polícia Militar que foi ao encontro dos bandidos, mas apesar de ter realizado diversas buscas não conseguiu localizar os criminosos.


A coordenadora do Disque-Denúncia Agreste, Janeilda Rodrigues, disse que uma pessoa comovida com a morte da jovem, procurou o Disque-Denúncia e ofereceu essa ajuda de até 2 mil reais e ela falou que acredita que o crime será desvendado e para isso o serviço disponibiliza do telefone funcional (81) 3719-4545 ou do Whatsapp-Denúncia (81) 9 8256-4545 e em qualquer um dos canais o denunciante terá a garantia do anonimato e a possibilidade de receber a recompensa.