AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

FOCUS CURSOS

FOCUS CURSOS

segunda-feira, 6 de abril de 2020

COLUNA DO DELEGADO LESSA



A pandemia e a fome

As consequências da pandemia do novo coronavírus são sanitárias, geopolíticas, econômicas e sociais. Os impactos desta última são perceptíveis, sobretudo pelas pessoas que mais necessitam. Quem vive nos bairros mais afastados sente medo tanto do vírus quanto da fome.

Esta realidade já apresenta sinais em Caruaru. Não são poucos os relatos que nos chegam sobre famílias necessitadas. As medidas de isolamento social possuem um caráter fundamental, recomendadas pelos principais órgãos de saúde do mundo inteiro. Contudo, o cumprimento de tais exigências deve estar alinhado com alternativas de subsistência.

Há lacunas nas três esferas. O Governo Federal ainda não editou as regras para funcionamento do auxílio de R$ 600. Em âmbito Municipal e Estadual, faltam ações que atendam de forma emergencial as pessoas que mais precisam do poder público. Ambas as esferas podem seguir o exemplo do estado do Paraná, que está entregando alimentos perecíveis e não-perecíveis a famílias de estudantes em situação vulnerável, o que ficou conhecido como ‘kit merenda’. O silêncio sobre este tema é injustificável.

Na homilia desta segunda-feira, 06/04, o papa Francisco alertou o mundo sobre a indiferença aos mais necessitados. Que possamos enxergar e agir para minimizar esta situação que, segundo o papa, “é a pobreza de muita gente vítima da injustiça estrutural da economia mundial”.  Os grandes problemas globais apresentam facetas em nossas localidades. Vencer tais desafios deve ser um compromisso ético, político, cidadão e, principalmente, humano, de todos nós.