AUTO VIP

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

GBest SPORT

1ª VAQUEJADA PARQUE FERNANDO LUCENA

1ª VAQUEJADA PARQUE FERNANDO LUCENA

quinta-feira, 30 de maio de 2019

OPERAÇÃO ADSUMUS PRENDE GRUPO DE EXTERMÍNIO E TRAFICANTES DE DROGAS EM CONDADO E UM DOS PRESOS É DE CARUARU








Na tarde desta quarta-feira (29), o efetivo do GATI juntamente com a equipe Malhas da Lei após receber informações sobre uma associação para o tráfico de drogas denominada "Táxi", que estava praticando tráfico de drogas e homicídios no município de condado, desencadeou a Operação Adsumus, sob a Coordenação do Tenente Silvino.

Diante dessas informações, os policiais identificaram uma casa que foi locada pelos imputados, com isso, foram até o local e ao chegar, dois indivíduos tentaram se evadir pulando para as casas vizinhas e um se escondendo na caixa d'água da casa no telhado, mas foram posteriormente encontrados pelo efetivo, após detidos, foram encontrados com eles dois revólver calibre 38 com sete munições de mesmo calibre intactas, além de 60 pedras de crack, aproximadamente 200 gramas de maconha e duas balanças de precisão.

Ademais, contra o caruaruense Bruno Barbosa da Silva, vulgo “Taba” havia um Mandado de prisão por um homicídio ocorrido em Timbaúba, onde vitimou o comerciante José Silva de Luna, de 47 anos, crime ocorrido no dia 04/05/2019, toda ação foi flagrada por câmeras de monitoramento. Ele também é suspeito de assassinar um menor de idade com requintes de crueldade, que na ocasião sua companheira é apontada por ser responsável de ter filmado toda a ação criminosa.

O imputado Davi Henrique de Pontes, segundo informações é suspeito de praticar homicídios em Condado.

Os imputados foram apresentados na Delegacia de Plantão em Nazaré da Mata, na qual foram lavrados os Autos de Prisão em Flagrante para ambos, Natanael da Silva Mendonça, Davi Henrique de Pontes e Bruno Barbosa da Silva. A mulher de Bruno também foi detida juntamente com outra mulher, porém foram ouvidas e liberadas, onde estão sendo investigadas pelos crimes de associação ao tráfico e de participar das ações criminosas dos seus respectivos companheiros.