AUTO VIP

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

RC TECIDOS

RC TECIDOS

GBest SPORT

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

POLÍCIA CIVIL DEFLAGROU OPERAÇÃO E PRENDEU TRAFICANTES EM CARUARU



A 7ª Delegacia do DENARC – Departamento de Repressão ao Narcotráfico, sediada em Caruaru, deflagrou na manhã desta quarta-feira (30) em Caruaru a Operação Capital, que foi mais uma ação de segurança dentro do programa Pacto Pela Vida, da Secretaria de Defesa Social e foi a 89ª Operação de Repressão Qualificada do ano realizada pela Polícia Civil e coordenada pela Diretoria Integrada de Polícia Especializada (DIRESP) e Gerência de Controle Operacional das Especializadas (GCOI-E) da Polícia Civil.



A investigação foi desenvolvida com o objetivo de desarticular organização criminosa envolvida com a prática de tráfico de entorpecentes e lavagem de dinheiro com atuação em Caruaru, onde foram cumpridos seis Mandados de Prisões, oito Mandados de Busca e Apreensão domiciliar e duas Medidas diversas da prisão.

O delegado da 7ª Delegacia do Denarc, Dr. Márcio Cruz, informou que 60 policiais entre delegados, agentes e escrivães participaram da operação e as investigações tiveram início em agosto desse ano e antes da deflagração da Operação, já haviam sido presas seis pessoas e ao todo foram apreendidos mais de 94 quilos de maconha, três veículos de luxo e mais de 140 mil reais e totalizando tudo que foi apreendido foi avaliado em aproximadamente meio milhão de reais e que mesmo preso o chefe da quadrilha comandava o tráfico de dentro do presídio.

Na sexta-feira passada foram presos Wesley Adalys Bezerra da Silva, Christaff Ferreira da Silva, Jeferson Walysson dos Santos e José Davidson da Costa, com 67 quilos de maconha e três automóveis e hoje foi presa Neuza Vanessa dos Santos, vulgo “Neuzinha”.



O diretor da Diresp Dr. Jean Rockfeller, informou que esse será um modelo adotado por outras delegacias especializadas no estado e a exemplo do Denarc em Caruaru que apreendeu dinheiro e objetos da quadrilha totalizando meio milhão de reais o Draco que combate a crimes contra administrações públicas já apreendeu mais de 300 milhões de reais só esse ano e nos próximos dias esse dinheiro será devolvido aos cofres públicos.