AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

segunda-feira, 15 de agosto de 2022

AGOSTO LILÁS: PRF EM PERNAMBUCO PROMOVE AÇÃO DE CONSCIENTIZAÇÃO PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA MULHER

O evento contou com a participação de representantes do Centro de Referência Clarice Lispector, da Secretaria da Mulher da cidade do Recife



APolícia Rodoviária Federal (PRF) em Pernambuco deu início, nesta quinta (11), à campanha “Agosto Lilás” de conscientização pelo fim da violência contra a mulher. Na sede da Superintendência do órgão, em Recife, servidores e servidoras participaram de palestra sobre assédio moral e sexual, ministrada por representantes do Centro de Referência Clarice Lispector.

A campanha “Agosto Lilás” foi criada em referência à sanção da Lei Maria da Penha (Lei Federal nº 11.340/ 2006), assinada no dia 7 de agosto e que este ano completa 16 anos. Essa lei foi elaborada para amparar as mulheres vítimas de violência, seja ela física, sexual, psicológica, moral ou patrimonial, além de sensibilizar e conscientizar a sociedade sobre o necessário fim da violência contra a mulher.

Com esta iniciativa, o objetivo da Comissão Estadual dos Direitos da Mulher da PRF em Pernambuco (CEM-PE) é dar visibilidade ao tema, mais especificamente sobre assédio, e ampliar os conhecimentos sobre os dispositivos legais existentes e como auxiliar as mulheres (e homens) que sofrem essas violências, esclarecendo sobre as diversas formas de violência no trabalho, sobre os direitos das mulheres e sobre a necessidade da equidade de gênero. A palestra reuniu cerca de 60 servidores, homens e mulheres.

O superintendente da PRF em Pernambuco, Antonio Vital, falou da importância da mobilização para a construção de um ambiente de trabalho saudável. “Toda reflexão é bem-vinda, especialmente porque queremos enfatizar o trabalho preventivo e evitar que tenhamos que atuar de forma repressiva com nossos servidores”, esclareceu. “Vale lembrar que buscamos fazer com que a PRF em Pernambuco seja exemplo e pioneira quando o assunto é boas práticas no ambiente de trabalho, mas que refletem também fora dele”, completou Vital.

Representando o Centro de Referência Clarice Lispector, da Secretaria da Mulher da Prefeitura do Recife, Eva Neves disse estar feliz com a parceria com o órgão e pelo fato da PRF estar buscando um ambiente de trabalho livre de assédio. “Alguns papéis sociais precisam ser desconstruídos porque já não combinam mais com os avanços da sociedade”, frisou a educadora. A técnica de enfrentamento à violência, Rayane Neves, destacou que “precisamos falar continuamente sobre assédio sexual e moral no ambiente de trabalho”.

O público feminino acompanhou a palestra pela manhã, enquanto o público masculino no período da tarde. “A intenção foi criar um ambiente de informação, mas que também fosse visto como espaço seguro e confortável onde todos têm voz, especialmente as mulheres, que culturalmente costumam ser caladas, embora sejam as maiores vítimas desse tipo de violência”, esclareceu Karolline Brito, presidente da Comissão Estadual dos Direitos da Mulher da PRF em Pernambuco (CEM-PE).

Participaram do evento o superintendente-executivo da SPRF-PE, Siqueira Campos; o corregedor da SPRF-PE, Felipe Ranier, acompanhado de outros integrantes da Seção de Corregedoria; representantes da Comissão Estadual dos Direitos da Mulher da PRF em Pernambuco; e ainda outros servidores PRFs e terceirizados lotados na Sede da Superintendência.


CAPACITAÇÃO – Ainda em alusão ao “Agosto Lilás”, a PRF promoverá, no próximo dia 16 de agosto, uma capacitação sobre a temática de enfrentamento à violência contra a mulher. O público-alvo da capacitação são os integrantes da Comissão Estadual dos Direitos da Mulher da PRF em Pernambuco (CEM-PE) e da Seção de Corregedoria (CR-PE). O objetivo é qualificar os servidores na promoção do acolhimento de mulheres de forma humanizada, oportuna, eficaz, segura e ética dentro e fora da instituição.


PARCERIA - O Centro de Referência Clarice Lispector acolhe e orienta mulheres em situação de violência doméstica e/ou sexista. Formado por uma equipe multidisciplinar de psicólogas, assistentes sociais, advogadas e educadoras sociais, os casos são acompanhados e referenciados pela rede municipal de proteção à mulher. Todo o atendimento é gratuito e funciona todos os dias, inclusive nos fins de semana, das 7h às 19h. O Clarice conta ainda com um disque-orientação, o “Liga Mulher”, pelo telefone 0800 281 0107