AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

RC TECIDOS

RC TECIDOS

GBest SPORT

sábado, 5 de outubro de 2019

COLUNA DO POLICIAL CARDOSO




Escola cívico-militar.

Infelizmente vivenciamos vários problemas na educação Brasileira, nossas escolas públicas tem sido palcos de desordem e retrocesso; os problemas são vários entre eles podemos citar professores mal remunerados, onde deveriam ser bem pagos pelo governo, alunos que já trazem a falta de educação de casa e na escola não respeita professores nem tampouco seus colegas de classe, brigas acontecem entre alunos e alunos ameaçam e agridem professores.

Há uma falta de respeito total com a educação pública, partindo dos baixos salários, professores tem sido alvos de verdadeiros marginais que além de não estudarem e atrapalharem alguns que querem estudar, ainda ameaçam e agridem esses professores que são os verdadeiros heróis de nossa formação profissional.

Vários fatores levaram a degradação do ensino público, entre eles a falta de atitude dos pais em fiscalizarem seus filhos desde o caminho da escola até a conduta dos filhos em sala de aula, em maioria dos casos a falta de respeito se estende da casa até a escola gerando vários problemas, ideais político-sociais tendem a comprometer a educação e prejudicar o futuro de nossas crianças e adolescentes, temos como exemplo a tentativa de implantação da ideologia de gênero que prejudicaria o futuro de nossas crianças e adolescentes.

Como uma forma de trazer de volta os bons costumes, o respeito para com o próximo e as melhores notas e uma melhor convivência entre familiares e amigos, poderia acontecer a partir da implantação das escolas cívico-militares, com um ensino baseado na hierarquia e disciplina onde temos a certeza que escolas nesse padrão de ensino, tem sido destaques de aprovação em vestibulares e concursos e cidadãos e cidadãs de bem saem formados para a vida.

Infelizmente perdemos uma grande oportunidade, o governo federal ia investir em nosso estado com a implantação dessas escolas, mas infelizmente o atual governador não aceitou esses investimentos, quem perde com isso são nossas crianças e adolescentes que deixam de ter uma formação de boa qualidade onde não seria fazer uma experiência em nosso estado com esse padrão de escola,  mas sim compartilhar para todo país o resultado de sucesso na educação onde as maiores notas do IDEB índice de desenvolvimento da educação básica, são atribuídas as escolas cívico-militares.