AUTO VIP

AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

ROTA PROTEÇÃO VEICULAR

GBest SPORT

1ª VAQUEJADA PARQUE FERNANDO LUCENA

1ª VAQUEJADA PARQUE FERNANDO LUCENA

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

“POLÍCIA FEDERAL REALIZA AUTUAÇÃO EM FLAGRANTE DE UM SUSPEITO PRESO PELA VIGILÂNCIA DA UFRPE E POLÍCIA MILITAR/PE (11º BPM) QUANTO ESTAVA FURTANDO UM APARELHO DE TELEVISÃO DO CAMPUS”




A Polícia Federal em Pernambuco, procedeu a autuação em flagrante na manhã do dia 02/10/2019, por volta das 11h, de WALTER JÚNIOR BARBOSA DA SILVA, brasileiro, solteiro, 28 anos, vendedor autônomo, natural de Recife/PE e residente em Camaragibe/PE-(não possui antecedentes criminais).

A prisão foi realizada pela Vigilância da Universidade Federal Rural de Pernambuco-UFRPE e Policiais Militares (11º BPM) quando os vigilantes receberam a informação via rádio de que havia um suspeito carregando uma televisão dentro do campus e se dirigindo para o Departamento de Tecnologia Rural-DTR. De posse dessas informações e das características físicas do suspeito, os profissionais de segurança se dirigiram até o local informado e ao chegar lá, de fato encontraram o vendedor do lado de fora de uma cerca de 1,80 metros de altura, tentando atravessar por cima uma televisão de 55 polegadas. De imediato o suspeito ao notar a presença da segurança tentou evadir-se do local, mas foi de pronto, abordado e detido, sem que pudesse haver nenhum tipo de resistência. Ao ser verificado o número do tombamento do aparelho percebeu-se que pertencia ao Centro de Ensino e Graduação Obra e Escola-CEGOE.

Terminado os trabalhos ostensivos e tendo sido a televisão recuperada policiais militares foram acionados, deram voz de prisão em flagrante ao suspeito, informando dos seus direitos e garantias constitucionais e em seguida o levaram para a Superintendência da Polícia Federal, no Cais do Apolo, Bairro do Recife Antigo, onde acabou sendo autuado em flagrante pelo crime contido no artigo 155 § 4º, inciso II do Código Penal  (Furto Qualificado) e caso seja condenado poderá pegar penas que variam de 2 a 4 anos de reclusão, além de multa! Após a autuação, o preso realizou Exame de Corpo de Delito no IML - Instituto de Medicina Legal e *foi encaminhado para a audiência de custódia na Justiça Federal - onde foi liberado e responderá ao processo em liberdade.

Em seu interrogatório WALTER disse que possui curso superior incompleto (computação) e que fazia serviços de informática esporadicamente ganhando cerca de R$ 500 reais por mês. Disse que fez o furto sozinho e entrou na sala do CEGOE  porque a porta estava aberta e sabia da existência da televisão porque ia com frequência até a biblioteca para estudar.