AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

FOCUS CURSOS

FOCUS CURSOS

sábado, 7 de dezembro de 2019

COLUNA DO POLICIAL CARDOSO





A CRESCENTE ONDA DE JOVENS NO MUNDO DA CRIMINALIDADE

No Brasil, aproximadamente 10 milhões de jovens com idade entre 15 e 29 anos nem estudam e nem trabalham são os chamados nem-nem, com essa desocupação há um crescente índice de jovens que ingressam no submundo da criminalidade. Cerca de 21,5 % da população de jovens do Brasil tem idade de 18 a 29 anos, e 56 % da população carcerária do país tem essa faixa etária. Em Pernambuco segundo estudos a cada 3 presos do sistema penitenciário, 2 tem idade de 18 a 29 anos.

A falta de incentivos educacionais, escolas de tempo integral, escolas técnicas para que todos tenham oportunidades, falta também de um sistema penitenciário que realmente ressocialize, faz com que nossos jovens não tenham expectativas de estudar e se profissionalizarem para que possam ocupar vagas no mercado de trabalho.

Trazendo para nossa realidade, aqui em Caruaru sempre acompanhamos casos em que jovens ingressam no submundo do crime por diversos fatores e entre eles podemos destacar, a perda do poder familiar onde pais perderam a autoridade para com os filhos desde pequenos, o fato de crianças e adolescentes não estarem em escolas de tempo integral para que o dia inteiro estejam aprendendo, a corrupção de maiores recrutando jovens para o crime; esses são alguns dos fatores que levam jovens a esse mundo onde maioria das vezes nossos jovens tem perdido a liberdade e em alguns casos a vida.

Cabem aos pais cuidar da família e educarem seus filhos para que cresçam no caminho da retidão, e cabe consequentemente ao estado dar proteção a família que é célula vital da sociedade, é necessária uma maior atenção do poder público para com os jovens para que estes possam ter mais oportunidades de acesso a educação e ao emprego para que consequentemente tenhamos uma grande redução número de jovens envolvidos com o crime.