AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

segunda-feira, 8 de março de 2021

COLUNA DO DELEGADO LESSA

 


Mais de 105 mil casos de violência contra a mulher em um ano no Brasil


O Dia Internacional da Mulher é mais do que um momento de celebração, mas também uma oportunidade para reflexão. Entre os maiores desafios, está a redução da violência contra a mulher. Dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos divulgados no domingo (07) apontam que mais de 105 mil denúncias de casos de violência contra a mulher foram registrados no ano passado, através dos canais Disque 100 (direitos humanos) e Disque 180 (central de atendimento à mulher).

Causa indignação o fato de que 72% desse total refere-se à violência doméstica e familiar – o percentual representa 75.753 denúncias. Esse tipo de violência tem como característica a ação (ou omissão) causadora de morte, lesão ou sofrimento físico, sexual ou psicológico. A maioria das vítimas são mulheres de cor parda, com idade entre 35 e 39 anos.

As outras denúncias, um quantitativo de 29.919, representam 28% dos casos e referem-se à violação de direitos civis, a exemplo de cárcere privado, tráfico de pessoas e condições análogas à escravidão, bem como liberdade de religião e acesso a direitos sociais como educação, saúde, cultura e segurança.

Esses números não podem ficar invisibilizados, pois representam vidas. Diante desta realidade multifacetada e complexa, é urgente que sejam implementadas políticas públicas multidisciplinares. Em Caruaru e região, temos nos empenhado para fortalecer a Delegacia da Mulher e incentivado a conscientização sobre o tema. A participação dos mais diversos setores sociais é imprescindível para a construção de uma sociedade mais sólida e justa. As mulheres devem ser sujeitas do seu futuro e não vítimas de violência. Só assim o Dia Internacional da Mulher será plenamente comemorado.