AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

segunda-feira, 26 de abril de 2021

COLUNA DO DELEGADO LESSA

 


Autismo: entender para incluir

Estamos na última semana de abril, o mês escolhido pela Organização das Nações Unidas (ONU) para promover ações voltadas à conscientização sobre o autismo. O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é um distúrbio neurológico que pode afetar as áreas de comunicação, comportamento e interação social. Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), uma em cada 160 crianças tem transtorno do espectro autista. Porém, estudiosos calculam que o número pode ser ainda maior do que esta estimativa. 

As causas para o distúrbio ainda são indefinidas. Acredita-se que, na maioria dos casos, alguns genes seriam responsáveis por essa condição, mas os resultados ainda são inconclusivos. Os transtornos do espectro autista começam na infância e tendem a persistir na adolescência e na idade adulta. Algumas pessoas com o transtorno conseguem viver de forma independente, mas outras têm graves incapacidades e necessitam de cuidados e apoio ao longo da vida.

A partir do diálogo com grupos que prestam assistência a famílias com autistas, a exemplo da Associação Mundo Azul (AMA), apresentamos na Assembleia Legislativa de Pernambuco solicitações que podem melhorar a qualidade de vida dessas pessoas. Ao Governo de Pernambuco, solicitamos gratuidade na emissão de 2ª via do RG para pessoas diagnosticadas com TEA e também pedimos que o laudo médico que traz diagnóstico de TEA seja considerado um documento permanente. Ainda solicitamos à Prefeitura do Município de Caruaru autorização para que pessoas com o transtorno possam renovar o cartão LEVA Especial a partir do laudo já existente, sem a necessidade de reemitir o documento periodicamente.

É preciso implementar políticas públicas eficientes, que incluam efetivamente essas pessoas. E cada um de nós pode (e deve) fazer sua parte. Conhecer é o primeiro passo para a construção de uma sociedade mais justa e inclusiva.