AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

“POLÍCIA FEDERAL REALIZA TERCEIRA APREENSÃO DE DROGAS NO AEROPORTO INTERNACIONAL DOS GUARARAPES E PRENDE UM ANGOLANO SUSPEITO POR TRÁFICO DE DROGAS.”



A Polícia Federal em Pernambuco, prendeu em flagrante, ontem, dia 04/02/2020, por volta das 2h, no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, um garçom angolano de 43 anos, residente Bruxelas-Bélgica-(não possui antecedentes criminais). A prisão aconteceu quando o comandante de um voo da TAP que decolou do Aeroporto-Guarulhos/SP com destino a Lisboa-Portugal/Bruxelas-Bélgica repassou a informação para a INFRAERO de Recife/PE, informando que precisaria fazer um pouso de emergência no Aeroporto dos Guararapes-Recife/PE para desembarcar um passageiro em virtude dele estar passando mal e tendo crises convulsivas à bordo da Aeronave.

De imediato a Polícia Federal foi acionada, juntamente com o serviço médico que se dirigiram até a pista onde a aeronave havia pousado e através de uma ambulância foi levado para a UPA da Imbiribeira onde recebeu os primeiros socorros e tratamento médico. Após conversa com os policiais e temendo pela sua vida, o angolano confessou que havia engolido cerca de 90 ou 100 cápsulas de cocaína, não dando detalhes sobre seu aliciamento. Como o procedimento médico tinha em certa complexidade o angolano teve que ser transferido para o Hospital Getúlio Vargas onde então ficou internado e através de laxante começou a expelir as cápsulas do seu organismo (estômago).

No dia 11/02, após 8 dias de internamento, o angolano recebeu alta do hospital Getúlio Vargas onde expeliu  91 cápsulas de cocaína do seu estômago (cerca de 910g de cocaína, haja vista que cada cápsula possui um peso bruto de 10g) e foi conduzido para a Superintendência da Polícia Federal no Cais do Apolo, onde acabou sendo autuado pela prática do crime contido no artigo 33 e 40 incisos I e III da Lei nº 11.343/2006 (tráfico internacional de entorpecentes) e caso seja condenado poderá  pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão. Após a autuação, a preso realizou exame de corpo de delito no IML-Instituto de Medicina Legal e foi levada para a audiência de custódia no dia 12/02/2020, às 10h, onde foi confirmada a sua prisão preventiva e em seguida foi encaminhado para o COTEL-Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna, ficando à disposição da Justiça Federal/PE.

Em seu interrogatório o estrangeiro informou que há 10 anos reside em Bruxelas, na Bélgica e em virtude de ter uma dívida com professores de um colégio que construiu em Luanda, mas não havia dado certo porque a comunidade é muito pobre e não tinha condições de pagar a mensalidade, ficou devendo aos professores U$ 1.700 dólares (R$ 7.310). Em virtude dessa dívida, um amigo (não deu detalhes) lhe ofereceu fazer uma viagem para São Paulo/SP para servir como transportador de drogas (mula) do tráfico internacional e para isso seria lhe dado U$ 5.000 mil dólares (R$ 21.500). Por fim disse que engoliu a droga em São Paulo/SP e as passagens aéreas foram compradas pelos integrantes da quadrilha.

ESTATÍSTICA DE APREENSÕES NO AEROPORTO DOS GUARARAPES: Essa é a terceira apreensão de cocaína feita pela Polícia Federal, no Aeroporto dos Guararapes. Até agora 3 pessoas foram presas sendo 2 mulheres e 1 homem e aprendidos 18Kg de cocaína. No ano passado 10 pessoas foram presas no Aeroporto dos Guararapes –  sendo 3 homens e 7 mulheres e apreendidos 60,2Kg de cocaína e 30Kg de skunk.