AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

FOCUS CURSOS

FOCUS CURSOS

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

POLÍCIA FEDERAL PRENDEU EM CARUARU VIGILANTE QUE SE ASSOCIOU A QUADRILHA DE ASSALTOS A BANCOS E CARROS FORTES

Resultado de imagem para delegacia da polícia federal em caruaru

Na manhã desta sexta-feira, dia 07 de fevereiro de 2020, a Polícia Federal deu cumprimento a um Mandado de Prisão Preventiva em Caruaru, em desfavor do vigilante, Jalmir Silva Reis, de 38 anos, que já foi encaminhado para o IML, onde foi submetido ao exame traumatológico e em seguida foi recolhido Na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, onde fica a disposição da Justiça Federal. Ele é acusado de ter se associado a uma perigosa quadrilha de roubos a bancos e carros fortes com atuação na região Agreste de Pernambuco.



No dia 03 de novembro do ano passado a Polícia Federal prendeu na feira da sulanca em Caruaru, Anderson Struziatto dos Santos, de 31 anos e Edmilson Mendes da Silva, de 42 anos, que participaram de assalto a um carregamento de ouro no Aeroporto de Viracopos em Campinas-SP e de um assalto a uma empresa de transporte de valores de Santos-SP, que resultou num confronto com a Polícia Militar e deixou um saldo de um andarilho sendo morto a dois policiais se ferindo com tiros de fugiu efetuados pela quadrilha. Os dois elementos tidos pela Polícia Federal como de altíssima periculosidade, portavam documentos falsos e na casa onde estavam homiziados foi encontrada a quantia de aproximadamente 300 mil reais, que foram subtraídos de um dos assaltos. Os dois criminosos estavam hospedados na casa do Jamir, onde a Polícia Federal localizou toda essa quantia em dinheiro vivo.

O delegado chefe da Delegacia da Polícia Federal em Caruaru, Dr. Márcio Tenório, informou que nos últimos dois anos houve uma acentuada diminuição em ataques a carros fortes e bancos na região e isso se deve as prisões de André Struziatto e do Edmilson, que se associaram com esse vigilante para obter informações privilegiadas, inclusive em duas dessas ações dois vigilantes foram mortos, um em Caruaru e outro em Gravatá e as investigações estão em curso para tentar descobrir a participação de outras pessoas nesses crimes.

André Struziatto e Edmilson ainda são suspeitos de terem participado de um assalto a uma empresa de transporte de Valores no Paraguai, após terem sido presos em Caruaru eles foram transferidos para São Paulo, onde permanecem presos.