AUTO VIP

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

ARTESÃO AZIVAN GALVÃO

FOCUS CURSOS

FOCUS CURSOS

segunda-feira, 20 de julho de 2020

COLUNA DO DELEGADO LESSA


O ‘Muro’ na Sulanca

Símbolo de trabalho e desenvolvimento, a Feira da Sulanca foi vítima de uma ação injustificável do poder público municipal. No sábado (18), o acesso ao setor conhecido como Brasilit foi isolado com tapumes, formando uma espécie de ‘muro’ metálico. Uma medida adotada sem aviso, indicando falta de planejamento e de diálogo com a sociedade. Após ser contactado por vários comerciantes, fui ao local e, vendo o isolamento da Feira, cobrei esclarecimentos sobre a medida em uma live nas redes sociais. Poucas horas depois da transmissão, a Prefeitura publicou uma nota voltando atrás e, na manhã do domingo (19), as estruturas foram removidas.

 Os sulanqueiros precisam ser tratados com respeito, não como vilões. A valorização desses profissionais, que tanto lutam pelo crescimento de Caruaru, faz parte de nossa história. Em 2015, ainda atuando como delegado, implementamos o programa Comando Presente, que levou mais segurança aos compradores e vendedores. Após eleito deputado, trouxemos a estrutura da Assembleia Legislativa de Pernambuco para a Sulanca, através de visitas técnicas e audiências públicas. Buscamos recursos em interlocução como Banco do Nordeste e com o Governo do Estado. Desde março, estamos fazendo o que está ao nosso alcance em relação à pandemia. Solicitamos ao Governo do Estado e à Prefeitura de Caruaru a testagem da covid-19 como medida primária; direcionamos mais de R$ 1 milhão para o enfrentamento ao vírus; estimulamos a produção de máscaras pelos empreendedores do Polo Têxtil; e sempre nos colocamos à disposição para colaborar.

 O caminho para as soluções passa pelo diálogo. Uma gestão não pode ser feita de improviso. Não podemos aceitar decisões unilaterais e impensadas, sem levar em consideração o impacto das ações na vida das pessoas. Caruaru não tem donos, a cidade é do povo.